sexta-feira, 24 setembro 2021

Posições Políticas

DORLEI doPCP

 

pcp-logotipoA Direcção da Organização Regional de Leira reuniu no

dia 30 de Junho, avaliou os resultados eleitorais para oParlamento Europeu, definiu as linhas fundamentaisde acção para os próximos actos eleitorais, aprovou alista de candidatos para a Assembleia da República eanalisou o processo de formação das listas para aseleições autárquicas, bem como  a situação económica

e social.

    CDU a força da mudança 1. Os resultados das eleições Europeias e as próximas batalhas eleitorais 

A Direcção Regional de Leiria do PCP analisou e debateu na sua última reunião os resultados eleitorais para o Parlamento Europeu. Sublinhou a importante queda eleitoral do PS que expressa a condenação do povo do distrito à política de direita do governo. Relevou o importante crescimento da CDU, reafirma a força prestigiada, portadora de um projecto e proposta de ruptura com os interesses instalados que é a CDU.

 

O PCP e a CDU foram os únicos que fora de momentos de campanha eleitoral estiveram sempre ao lado dos trabalhadores e das populações, solidarizando-se com as suas lutas pelo emprego, pelo pagamento dos salários, em defesa sua dignidade e dos seus direitos, por melhor qualidade de vida, quer na rua, quer na Assembleia da República ou nos órgãos municipais a CDU sempre esteve lá apresentando propostas de soluções para os problemas, esta é a marca distintiva das demais forças políticas.

 Relativamente às próximas batalhas eleitorais DORLEI do PCP aprovou as linhas de intervenção fundamentais para as Eleições Legislativas e a lista de candidatos à Assembleia da República, sendo primeira candidata a camarada Ana Rita Carvalhais, professora, dirigente sindical e membro da DORLEI. 

A DORLEI decidiu promover no próximo dia 12 de Julho um almoço em Peniche, no Restaurante Miramar, com a presença do Secretário-geral do PCP onde serão apresentados os cinco primeiros candidatos à Assembleia da República. Este acto público conta com as intervenções de Jerónimo de Sousa, Ana Rita Carvalhais e do Mandatário Regional da CDU Jorge Amador, Vice-presidente da Câmara de Peniche e membro da DORLEI do PCP.

 

A DORLEI avaliou ainda o andamento da constituição das listas para as autarquias locais e considerou que a par da boa dinâmica, o largo envolvimento e participação de muitos independentes nas listas da CDU, comprovando-se as amplas possibilidades de avançar e crescer no número de votos e de eleitos. É necessário continuar a intensificar o trabalho de contacto com os trabalhadores e o povo do distrito em todos os concelhos e freguesias, construindo com os mesmos os programas eleitorais.

 

2. Situação económica e social no distrito 

A DORLEI, apreciou ainda a situação social no distrito e verificou que todos os indicadores económicos e sociais apontam para o agravamento da situação.

A degradação do tecido produtivo, com falências e insolvências, o crescimento do desemprego, o ataque aos direitos e a degradação dos salários constituem a preocupação central da DORLEI.

 

A aplicação do lay off, com quebras importantes nos salários dos trabalhadores, nas empresas Pernod Ricard, Schaeffler, ICEL, Sival, Eschmann e na Bollingaus entre outras, com permanentes alterações de horários de trabalho, aparentemente acordadas com os trabalhadores, na realidade impostas sobre a ameaça de desemprego.

  

Verificam-se ainda situações de não pagamento de salários como acontece na IVO Cutelarias ou na Louçarte, e de encerramento para férias e aquando do regresso dos trabalhadores a empresa está fechada como aconteceu na Facerpa em Alcobaça.

Aumentam as situações de não pagamento de horas extras de acordo com a lei, como é o caso da NOCAL.

Este estado de coisas revela, na opinião da DORLEI, não a imoralidade de alguns patrões, mas sim uma prática inerente à sua natureza que na busca permanente de manter ou aumentar os seus lucros recorrem a todos os meios para atingirem os seus fins. Esta é aliás uma questão de sempre, que no nosso tempo assume contornos de grande dimensão e agressividade consentida por todos os partidos da política de direita - PS, PSD e CDS-PP.

 

A DORLEI relembra que estas situações, não nasceram com a crise actual do capitalismo antes constituem elementos integrantes da sua própria sobrevivência e conhecem agora um novo agravamento porque, tal como o demonstram várias situações em Leiria, o capital rapinante com o apoio do governo aproveita todas as possibilidades abertas para elevarem ao máximo a exploração.

 

O distrito de Leiria tem potencialidades, é um dos distritos do país onde apesar da enorme destruição do aparelho produtivo provocada pela política de direita dos sucessivos governos quer do PS, do PSD com ou sem CDS-PP, designadamente em sectores tradicionais, é ainda, uma maiores concentrações industriais do país, com empresas tecnologicamente muito avançadas como na área dos moldes ou mesmo do vidro de embalagem.

 

Não há soluções para os problemas do país e do distrito sem desenvolvimento, sem produção nacional, sem apoio efectivo ás micro, pequenas e médias empresas.

 

Há que aproveitar todas as sinergias, há que aproveitar a capacidade instalada, há que potenciar o saber e experiência adquirida pelos trabalhadores do distrito nas diversas actividades económicas respeitando os seus direitos e garantindo a valorização dos salários.

 3. O reforço da luta e o apoio ao PCP e à CDU o caminho mais seguro para a mudança necessária. 

A DORLEI salienta a necessidade do reforço da vigilância por parte dos trabalhadores, pois com entrada do período de férias, algum patronato pode aproveitar para encerrar e retirar máquinas e equipamentos lançando os trabalhadores no desemprego.

 

Resistir e lutar defendendo os direitos, o emprego, os salários e a manutenção da laboração das empresas é um factor decisivo, para garantir o presente e perspectivar o futuro.

 

Não há solução para os problemas com que nos deparamos, nem alternativa há política de direita, promovida agora pelo PS e antes pelo PSD e CDS-PP, sem a luta dos trabalhadores e das populações, sem o PCP e a CDU.

 

6 Julho de 2009

 

A Direcção da Organização Regional de Leiria

Imprimir Email