quarta-feira, 28 fevereiro 2024

LEIRIA NA FESTA DO AVANTE

51492985496 326f0d3b3a b

Nota do Gabinete de Imprensa da Direcção da Organização Regional de Leiria do PCP                                                                                                                                             

A Festa do Avante! acontecerá já no próximo fim de semana, dias 2,3 e 4 de Setembro, na Quinta da Atalaia, Amora, Seixal.

Um amplo programa (disponível em www.festadoavante.pt) reafirma a Festa do Avante! como a mais importante iniciativa política-cultural do País onde a música, o teatro, o cinema, e múltiplas outras formas de cultura, se cruzam com o desporto, a discussão e intervenção política e o ambiente de amizade e fraternidade.

O distrito de Leiria marcará uma forte presença no plano gastronómico com o Restaurante de Leiria onde será possível degustar a tradicional sardinha assada, típica dos concelhos do litoral do distrito, nomeadamente Nazaré e Peniche, e ainda alguns petiscos como Bifanas ou as apreciadas Asinhas de Frango fritas. No Kakus Bar os visitantes podem provar várias bebidas brancas e Coktails como a Poncha, a Caipirinha ou a Cuba Livre e ainda as tradicionais Ginjas de Óbidos e Alcobaça e os Vinhos do Sul do Distrito, nomeadamente do Bombarral. Existe ainda uma Padaria onde se confecionam pães com chouriço ou tomate seco.

O conteúdo político do espaço de Leiria desenvolve-se sob o lema “Um povo que luta, um Partido que transforma – alegria e confiança” e dá nota das reivindicações e luta dos trabalhadores, das populações, dos agricultores, pescadores e bombeiros do distrito por melhores condições de vida e de trabalho.

No ano de 2022 declarado Internacional do Vidro, o pavilhão da ciência dará uma especial atenção a este material tão versátil e importante na história e para o desenvolvimento económico e social do distrito de Leiria com uma exposição e vários debates.

A Entrada Permanente (EP) para a Festa do “Avante!” está à venda nas Organizações Concelhias do PCP, na Sede da Organização Regional (Marinha Grande) e nas sedes concelhias do PCP. Tem o custo de 27 Euros, valor que demonstra a preocupação do PCP em assegurar o mais baixo custo possível aos trabalhadores, à juventude e a todos os que queiram participar de três dias de festa, alegria, desporto, cultura, amizade, solidariedade e luta por um País e mundo melhores, em segurança.

Marinha Grande, 28 Agosto de 2020

O Gabinete de Imprensa da Direcção da Organização Regional de Leiria do

Partido Comunista Português

Imprimir Email

PCP ORGANIZA ACÇÃO CONTRA O AUMENTO DO CUSTO DE VIDA E PELO AUMENTO DOS SALÁRIOS, REFORMAS E PENSÕES

Folheto PCP Aumento do Custo de Vida Página 1

O aumento do custo de vida será alvo de uma acção de contacto com os trabalhadores e as populações a nível nacional e que terá expressão também no Distrito de Leiria já amanhã, 24 de Fevereiro, e nos dias sequentes, em empresas, locais de trabalho e outros locais de grande concentração.

O aumento dos preços da alimentação, dos custos da habitação, das despesas como os combustíveis, portagens, água, luz, comunicações, seguros, medicamentos, entre várias outras, serão temas denunciados e abordados nesta acção de informação e contacto que denunciará simultaneamente os crescimentos dos lucros dos grandes grupos económicos e financeiros.

A acção do PCP visará ainda a afirmação das propostas do PCP para combater o aumento do custo de vida, nomeadamente pelos aumentos de salários, reformas e pensões.

Esta acção nacional que decorrerá em todo o País com o envolvimento de dirigentes, deputados e outros quadros do Partido, terá no Distrito de Leiria as seguintes acções:

24 de Fevereiro

Caldas da Rainha: Contactos com Trabalhadores às 15:45 no Call Center das Caldas da Rainha às 16:30 na PROMOL e às 17:00 na Bordalo Pinheiro

Marinha Grande: 09:30 – Contactos com a população na COOPOVO; Contactos com Trabalhadores às 12:15 na Crisal e Santos Barosa e às 20:15 na BA Vidros e Gallo Vidro

25 de Fevereiro 

Alcobaça: 12:15 – Contacto com os trabalhadores da Atlantis

Leiria: 16:00h – Contacto com os trabalhadores da ROCA

26 de Fevereiro

Marinha Grande:  09:30 - Contacto com a população no Mercado Municipal

Peniche: 17:30 – Contacto com a população no Pingo Doce e Minipreço na Praça Alves Seara.

1 de Março

Peniche: 15:30 – Contacto com as trabalhadoras e trabalhadores da ESIP.

3 de Março

Leiria: 12:15 – Contacto com os trabalhadores da NOVARES.

 

Marinha Grande, 23 Fevereiro 2022

O Gabinete de Imprensa da DORLEI do PCP

Imprimir Email

Extraordinária jornada do 1.º de Maio no Distrito de Leiria

SAM 3228 min min

A DORLEI do PCP saúda os trabalhadores, os seus sindicatos de classe, a União dos Sindicatos do Distrito de Leiria e a CGTP-IN pela extraordinária jornada do 1.º de Maio em Leiria, na qual participaram mais de 350 trabalhadores que percorreram as ruas da cidade numa grande demonstração de força e de unidade.

Neste 1.º de Maio, a DORLEI do PCP reafirma a sua determinação na intervenção e luta pela valorização do trabalho e dos trabalhadores, pelo aumento geral dos salários, a diminuição do horário de trabalho para 35 horas para todos os trabalhadores, o combate à desregulação dos horários e pela melhoria das condições de trabalho. A DORLEI do PCP apela ainda à participação na Manifestação Nacional convocada para o próximo dia 8 de Maio, na cidade do Porto.

Imprimir Email

Já se prepara a Festa de Verão na Foz do Arelho!

 

Festa de Verão

Está em curso a preparação da Festa de Verão do PCP na Foz do Arelho, agendada para o próximo dia 12 de Julho. A iniciativa, realizar-se-á como habitualmente numa ampla zona de pinhal nas margens da Lagoa de Óbidos, junto ao Penedo Furado.

limpeza terreno

No terreno decorrem desde o passado dia 20 de Junho actividades de limpeza e desbaste de vegetação, entre outras. Nas organizações do Partido discutem-se as novas medidas de segurança e higiene, e tomam-se um conjunto de medidas de organização da iniciativa.

A Festa de Verão sofrerá este ano algumas alterações no contexto do surto epidémico da COVID-19, nomeadamente com a não realização do habitual almoço (a iniciativa terá início pelas 14:00); com o controlo de entradas e saídas do recinto do evento; com a limitação do número de pessoas; e com a montagem de uma esplanada de acordo com as regras da DGS, alem de medidas especificas de desinfecção e limpeza.

Haverá espaço, ainda assim, para um pequeno “mercado” de produtos regionais e algum artesanato, simbolizando o compromisso do PCP com a produção nacional e regional;  para uma banca de livros reafirmando o compromisso de sempre do PCP com a cultura; um pequeno bar e ainda outras formas de convívio que assegurem o total cumprimento das normas de protecção e higiene.

limpeza terreno 1

A Festa terá um momento musical com Nélson Rodrigues e Joaquim Raminhos que interpretarão música portuguesa ligada à luta dos trabalhadores e do povo. A iniciativa culminará com um momento político em que intervirão dirigentes nacionais e regionais do PCP.

Com esta iniciativa o PCP pretende demonstrar novamente que é possível manter a intervenção política e o direito ao lazer, cumprindo as regras sanitárias que o actual momento exige. É com esta convicção e empenho que a limpeza e preparação do terreno continuarão nos próximos dias, com a valiosa contribuição do trabalho voluntário de camaradas e amigos do Partido, e que nas organizações do Partido no Distrito de Leiria se prosseguirá a preparação e mobilização.

Imprimir Email

Grande jornada de contactos com os feirantes do Mercado de Santana

mercado de santana

No passado Domingo, o PCP deslocou-se ao Mercado de Santana numa importante jornada de contacto com os Feirantes, de modo ouvir os seus -problemas e divulgar as propostas que tem vindo a apresentar na Assembleia da República em defesa do sector.

mercado 1 mercado 2

Ao contrário das grandes cadeias de supermercados, as feiras e os mercados foram encerrados durante o período de pandemia, conduzindo ao agravamento das dificuldades do sector e do desespero dos feirantes.

O PCP não só alertou oportunamente o Governo para a dramática situação dos vendedores feirantes, que desempenham um papel fundamental na dinamização de economias locais e no abastecimento às populações; como também apresentou no início deste mês um Projecto de Lei com medidas específicas para atenuar as pesadas perdas de rendimento bem como para apoiar a retoma da sua actividade.

mercado 3 mercado 4

Foi neste sentido que, numa jornada conjunta das Organizações Regional de Leiria e Santarém, o PCP contactou com dezenas de Feirantes do Mercado de Santana, tendo ficado patentes as dificuldades e justas reivindicações que estes ainda enfrentam, mesmo após a reabertura do recinto. As perdas de rendimentos, que no mínimo atinge os 50%, e o sentimento de abandono por parte do Governo foram apenas algumas das muitas queixas e denúncias que os feirantes partilharam com o PCP.

mercado 5

O surto epidémico da COVID-19 veio agravar um contexto que já era aflitivo antes da chegada do vírus. Uma consequência de longos anos de desvalorização e de falta de reconhecimento pelo duro trabalho levado a cabo por milhares de homens e mulheres do sector feirante. São necessárias, portanto, respostas a problemas antigos e recentes, que assegurem a dignidade da profissão e agora medidas adicionais de protecção sanitária do seu exercício.

É por isso que, para além da reabertura generalizada dos mercados e feiras do país, o PCP defende no seu Projecto de Lei uma linha de apoio à beneficiação de recintos de feiras e mercados; apoio fiscal nos combustíveis; levantamento das restrições no acesso aos apoios já decididos; a atribuição de um apoio mensal no valor mínimo de €438,81 ao rendimento de microempresários ou empresários em nome individual; e a suspensão este ano do Pagamento por Conta em sede do IRC e devolução dos valores em dívida às MPME's.

Depois de meses de quase total interrupção da actividade, estas são medidas urgentes que o PCP teve a oportunidade de divulgar junto dos feirantes do Mercado de Santana. Ao PCP coube também o papel de apelar à união e organização dos Feirantes, de modo a terem a força necessária para lutar pelos seus interesses e fazer frente aos ataques contra o sector.

Nesta importante jornada, o PCP reafirmou aos feirantes que podem contar com a intervenção do Partido na defesa da sua actividade e dos seus direitos. Num momento sensível e de enormes dificuldades, o PCP voltou a dizer presente junto daqueles que não podem ser esquecidos.

Imprimir Email