terça-feira, 16 agosto 2022

Comissões Concelhias

Pelas crianças e o direito à escola de qualidade

R

Comunicado do Executivo da Comissão Concelhia da Marinha Grande do PCP

O PCP e a CDU consideram que é imprescindível garantir uma educação de qualidade ás crianças e jovens e simultaneamente assegurar a estabilidade e confiança dos pais e encarregados de educação e os direitos e condições de trabalho de professores, auxiliares, administrativos e restantes trabalhadores.
A intenção de encerrar as escolas do primeiro ciclo em Picassinos, Albergaria e Amieira decidida e anunciada pelo o Governo e pela maioria camararia +MPM/PS repentinamente, sem envolvimento da comunidade escolar e sem visão global das necessidades educativas do concelho apenas correspondem a critérios economicistas e contrariam os interesses das crianças, das famílias e dos trabalhadores.


Na reunião de Câmara ocorrida no dia 9 de Maio (que pode ser visionada no You Tube), as vereadoras da CDU deram nota de que haviam reunido com os pais e encarregados de educação e posicionaram-se ao lado dos mesmos, partilhando das suas preocupações e apontaram a necessidade de reflexão conjunta de todos para se alcançarem as melhores soluções.


O recuo da maioria camararia e do governo, entretanto verificado, e a decisão de manter as escolas em funcionamento significa uma importante vitória dos pais e encarregados de educação. No entanto é necessário garantir que as opções agora anunciadas não resultam apenas no adiar do encerramento destes estabelecimentos.


Regista-se ainda os posicionamentos incongruentes de +MPM e PS. Os primeiros porque enquanto na oposição, convergindo com a CDU, sempre defenderam a necessidade da existência de uma carta educativa e agora são os próprios a tomar medidas estruturantes sem a existência da mesma. Os segundos porque na camara com o +MPM decidem o encerramento das escolas e junto dos pais e encarregados de educação procuraram dar o dito pelo não dito.
Este processo das escolas de Picassinos, Albergaria e Amieira vem demonstrar que a CDU tem razão quando se bate contra a chamada descentralização de competências do estado central para as autarquias de serviços públicos como o da educação entre outros. Trata-se de mais um passo no sentido inverso ao da igualdade de oportunidades de acesso a que todas as crianças devem ter direito.


O PCP e a CDU continuarão a defender o direito à educação de qualidade. Crianças, pais e trabalhadores podem contar com a CDU.

O Executivo da Comissão Concelhia do PCP na Marinha Grande.
17 de mai. de 22

Imprimir Email