quinta-feira, 24 setembro 2020

Posições Políticas

QUANTAS MAIS VÍTIMAS SERÃO PRECISAS PARA REQUALIFICAR O IC8?

ic8

O mais recente e trágico acidente ocorrido no Itinerário Complementar Nº 8 (IC8) vem, pela pior das razões, confirmar a necessidade urgente de o Governo e a Infra-estruturas de Portugal, IP, intervirem no IC8, no sentido da adequada requalificação daquela via, pondo cobro à gravíssima sinistralidade que ali recorrentemente ocorre.

Como a Direcção da Organização Regional de Leiria, do Partido Comunista Português, tem vindo sistematicamente a defender, justifica-se a requalificação do IC8, de modo a que os índices de segurança rodoviária aumentem, pondo cobro à ocorrência de acidentes de elevadíssima gravidade, com consequências tão trágicas como o mais recente.

De facto, há muitos anos a esta parte que o PCP se bate pelo combate à sinistralidade no IC8 e à sua requalificação, quer através de posições políticas, quer com propostas fundamentadas em sede dos orçamentos do Estado/planos de investimento e desenvolvimento da administração central (PIDDAC).

Até hoje, apesar de a Assembleia da República, por proposta do PCP, ter aprovado uma recomendação ao Governo, para que este tomasse a decisão adequada à implementação de um plano de requalificação do IC8, nada foi feito, apesar da urgência da intervenção naquela via rodoviária.

E neste sentido o PCP identifica como um dos investimentos prioritários em infra-estruturas do distrito a melhoria, desnivelamento de cruzamentos e duplicação de vias na rede viária de acesso ao interior do distrito (IC8) assim como a sua ligação à A23.

Contudo, quer o actual governo do PS, quer os anteriores, do PSD e CDS, nada fizeram para proceder à requalificação do IC8, pelo que lhes devem ser assacadas as adequadas responsabilidades políticas pelas tragédias ciclicamente ocorridas nesta via de importância estruturante para a região do Pinhal Interior Norte.

O PCP irá intervir mais uma vez na Assembleia da República para exigir o cumprimento, pela parte do Governo, das responsabilidades que lhe competem na protecção da segurança rodoviária e na protecção de todos os utentes desta via de comunicação.

A DORLEI manifesta o seu profundo pesar e sentimentos de solidariedade para com as famílias e amigos da vítima de mais este trágico acidente.

Marinha Grande, 5 de Março de 2020.

O Gabinete de Imprensa da

Direcção da Organização Regional de Leiria do

Partido Comunista Português

Imprimir Email